Qual a relação entre hipertensão e diabetes tipo 2? Entenda de vez

Qual a relação entre hipertensão e diabetes tipo 2? Entenda de vez

Qual a relação entre hipertensão e diabetes tipo 2? Entenda de vez
Qual a relação entre hipertensão e diabetes tipo 2? Entenda de vez

 

Qual a relação entre hipertensão e diabetes tipo 2? Entenda de vez

Hipertensão e diabetes são doenças comuns entre pacientes com mais de 60 anos. Além disso, a incidência conjunta das duas condições ocorre com frequência. Estima-se que quase a metade das pessoas diagnosticadas com diabetes tenha também pressão alta.

A relação entre hipertensão e diabetes tipo 2 está intimamente relacionada, uma vez que ambas apresentam causas, complicações e até mesmo tratamentos em comum. A obesidade,  e a sedentariedade são  por exemplo, fatores comum de risco e agravamento das duas doenças.

Quer entender de vez essa relação? Confira o post!

O que é diabetes?

A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas, cuja função é facilitar o transporte da glicose do sangue para as células. O diabetes ocorre quando a insulina não é produzida ou quando a mesma não é eficaz em cumprir o seu papel.

Este segundo caso é o que chamamos diabetes tipo 2, onde, apesar de presente, a insulina tem sua ação prejudicada. Ocorre frequentemente pelo excesso de gordura, tornando as células resistentes à insulina, sobrecarregando o pâncreas e, eventualmente, causando falhas.

Vamos abordar especificamente o diabetes tipo 2, que corresponde a cerca de 90% dos casos e cuja chance de ser desenvolvido aumenta consideravelmente com o passar da idade.

O que define hipertensão?

Hipertensão é o nome dado à disfunção em que o sangue atinge altos níveis pressóricos dentro dos vasos. A hipertensão é diagnosticada quando os níveis da pressão arterial ultrapassa o valor 140 x 85 mm de Hg em mais de uma medida.

Assim como no diabetes, algumas de suas causas mais comuns são o excesso de peso e o sedentarismo. A gordura se acumula na parede dos vasos, dificultando a passagem do sangue e aumentando a pressão arterial.

Hipertensão e diabetes: como se relacionam?

A relação entre as duas patologias vai além dos fatores de risco e origem. O diabetes, especialmente o tipo 2, favorece à instalação de hipertensão por diversos fatores, entre eles a oxidação dos vasos sanguíneos, o aumento do colesterol ruim (LDL) e o estímulo do sistema nervoso simpático.

No entanto, o inverso também acontece, visto que pacientes hipertensos tem maior probabilidade de desenvolver diabetes. Tanto pela possibilidade do fator que ocasionou uma condição acabar levando também à outra, quanto por alguns medicamentos usados para regular a pressão, como os diuréticos tiazídicos, que podem agravar o diabetes.

Fato é que, hipertensão e diabetes são frequentemente associadas e segundo o Vigitel 2012 (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico) do Ministério da Saúde, mais de 30% dos idosos têm as duas doenças.

Quais são os  principais riscos dessa associação?

As duas causam efeitos nos mesmos órgãos: coração, rins e olhos. Juntas são apontadas como a principal causa de casos de infarto e AVC (acidente vascular cerebral).

Ambas favorecem o aparecimento de doenças cardiovasculares, tais como anginas, isquemias e infartos. A pressão elevada ainda pode agravar os processos de lesão nos rins e retinopatia causados pelo diabetes.

Quando acompanhadas uma da outra, os riscos são ainda maiores! Níveis não controlados de pressão arterial e glicose sanguínea predispõem o paciente às complicações como insuficiência cardíaca congestiva, glaucoma e pé diabético.

Dessa forma é possível verificar a importância em fazer um acompanhamento médico adequado, com um endocrinologista, complementado por outros especialistas, como nutricionista e psicólogo, quando necessário.

Como voltar a viver com saúde nestas condições?

Ambas as doenças são causadas, ou aceleradas, por maus hábitos como alimentação desequilibrada e falta de atividade física. Sendo assim, o tratamento passa por mudanças no estilo de vida.

Praticar exercícios físicos eleva no sangue a quantidade de substâncias que melhoram naturalmente o controle da pressão e a resposta à insulina. Quanto à alimentação, deve-se evitar não só açucares e carboidratos, como também o sal. É preciso também abandonar vícios como o álcool e o cigarro.

O tratamento envolve ainda o uso de medicamentos, e deve ser feito sempre em conjunto. Algumas medicações para hipertensão podem beneficiar o tratamento do diabetes, por exemplo.

Como vimos, hipertensão e diabetes estão intimamente ligadas, seja pela origem ou pelas implicações similares, e devem ser controladas simultaneamente.

Neste artigo falamos sobre a relação entre as duas doenças. Quer saber mais sobre cada uma delas? Assine a nossa newsletter!

Sobre o Autor

Deixe um comentário

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH