Biotipo e tipos de corpo: como a gordura afeta cada um - Dr Joffre

Biotipo e tipos de corpo: como a gordura afeta cada um

Ao andar pelas ruas, é possível observar a grande variedade de formas do corpo humano. Cada indivíduo possui uma combinação de altura e peso específica e apresenta um padrão típico de distribuição de gordura que ajuda a determinar suas curvas.

Todas essas variações, no entanto, podem influenciar quais doenças a pessoa vai desenvolver ao longo da vida e como o organismo responde a dietas e à prática de exercícios físicos, por exemplo.

Quer descobrir quais os diferentes tipos de corpo e como isso influencia sua saúde? É só conferir o restante do nosso post!

Como o corpo pode ser categorizado?

A estrutura corporal costuma ser classificada de acordo com dois sistemas diferentes. O primeiro sistema envolve apenas a distribuição da gordura e as medidas do quadril, da cintura e do ombro e classifica as pessoas de acordo com sua forma.

Já o segundo é um pouco mais complexo e envolve o metabolismo basal, a constituição dos ossos, a tendência a acumular gorduras e o ganho de massa muscular para determinar o biotipo do corpo.

Quais são os tipos de corpo?

A classificação dos tipos de corpo é a mais utilizada pela população e serve tanto para uma análise médica da estrutura corporal quanto para a determinação das peças de roupa que mais valorizam o indivíduo. Por meio da comparação entre as medidas da cintura, dos ombros e do quadril, cada pessoa pode ser classificada nos seguintes tipos de corpo:

Ampulheta (ou violão)

A gordura se distribui bem pelo corpo. Os ombros e os quadris possuem praticamente a mesma medida, enquanto a cintura é mais fina e acentuada.

Triângulo (ou pêra)

É o tipo de corpo mais comum entre as mulheres brasileiras. Se constitui de um quadril largo, no qual a gordura se concentra, e de ombros e de cintura finos.

Triângulo invertido

Os ombros e as costas são mais largos, acompanhados de um quadril bem fino e de uma cintura pequena e pouco delimitada. A gordura costuma se acumular mais nos braços, no tórax e nas costas.

Retângulo (ou reto)

Os ombros, a cintura e o quadril possuem praticamente a mesma medida, fazendo com que o corpo não apresente muitas curvas. A gordura pode se distribuir bem pelo corpo ou ficar localizada na parte inferior da barriga.

Oval (ou maçã)

A cintura é a parte mais larga e destacada do corpo, sendo geralmente associada a um maior acúmulo de gordura abdominal e à obesidade. Devido a isso, o corpo oval é o mais relacionado a doenças cardiovasculares como hipertensão, infarto e derrame.

Quais os biotipos de corpo?

A classificação de biotipos envolve características internas e externas do corpo e costuma ser usada para o planejamento de treinos e dietas na academia.

Endomorfo

Geralmente é associado a uma quantidade maior de gordura corporal, ossos largos, rosto redondo e quadris e coxas grandes. O biotipo endomorfo, embora tenha facilidade para ganhar massa muscular, também está ligado a dificuldade em perder peso, sobrepeso e diabetes.

Mesomorfo

De corpo atlético, o indivíduo mesomorfo é magro e tem facilidade em ganhar massa muscular. A cintura é estreita, os ombros são largos e as maçãs do rosto, proeminentes. O metabolismo é rápido e a musculatura bem definida. 

 O acúmulo de gordura depende diretamente do equilíbrio entre os alimentos consumidos e o gasto energético diário.

Ectomorfo

Apresenta baixo nível de gordura corporal, com corpo fino e ossos estreitos em todo o corpo. O rosto é triangular com feições nítidas. O indivíduo ectomorfo tem grande facilidade em perder peso e se manter magro, mas não costuma ganhar muita massa muscular.

Então, agora que você já conhece os tipos de corpo, é possível entender melhor como o seu próprio corpo funciona. Mas, se mesmo assim, você ainda ficou com alguma dúvida em relação ao conteúdo apresentado, deixe um comentário abaixo!

 

Sobre o Autor

Deixe um comentário

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH